Lula afirma que elite nunca aceitou o fato do PT governar o País

Ex-presidente também criticou o candidato do PSDB ao governo paulista: 'ele não conseguiu cuidar nem da água'

O Estado de S. Paulo

30 de setembro de 2014 | 13h38

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva resgatou o discurso contra a "elite" brasileira durante carreata em Itapevi, na região metropolitana de São Paulo. Segundo ele, a elite nunca aceitou o fato de o PT governar o Brasil e disse que o partido sofreu "o maior preconceito da história do País". Lula afirmou ainda que era criticado por muitos motivos, inclusive por ter barba. "Mas eles esqueciam que Jesus Cristo também tinha barba, Tiradentes também tinha barba", comparou.

O petista criticou o atual governador de São Paulo, o tucano Geraldo Alckmin, dizendo que "ele não conseguiu cuidar nem da água". Ao fim da carreata, Lula fez um breve discurso e justificou a pressa dizendo que ainda fará campanha em Barueri, Carapicuíba e Osasco e precisa "poupar a garganta".

Tudo o que sabemos sobre:
eleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.