Luís Carlos Prestes tem posse simbólica adiada

A solenidade de devolução simbólica do mandato do comunista Luís Carlos Prestes (1898-1990), marcada para ontem no Senado, foi adiada para o dia 22. A cerimônia foi postergada em função da polêmica votação da MP dos Portos na Casa. Em janeiro de 1948, Prestes foi impedido de assumir o mandato porque o Partido Comunista Brasileiro (PCB) teve o registro cancelado pela Justiça eleitoral.

O Estado de S.Paulo

17 de maio de 2013 | 02h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.