Luciana Genro participa da 'Entrevistas Estadão' nesta sexta

Candidata do PSOL à Presidência vai responder perguntas de jornalistas e de eleitores ao vivo, a partir das 16 horas

O Estado de S. Paulo

22 de agosto de 2014 | 09h10

Atualizada às 18h30

São Paulo - A candidata do PSOL à Presidência, Luciana Genro, participou nesta sexta-feira, 22, no estúdio da TV Estadão. Ela foi a terceira candidata ao Planalto a participar da série Entrevistas Estadão, que também já recebeu os principais candidatos ao governo de São Paulo. Confira como foi a entrevista. 

Já participaram os candidatos do PV, Eduardo Jorge, e do PSC, Pastor Everaldo. Na próxima quarta-feira, 27, será a vez de Aécio Neves (PSDB). A entrevista será realizada no auditório do Grupo Estado.

Filha do governador do Rio Grande do Sul Tarso Genro (PT) e ex-deputada federal, Luciana é advogada e também trabalha como professora no cursinho pré-vestibular Emancipa, voltado a estudantes de baixa renda, que ajudou a fundar em Porto Alegre. Ele foi lançada candidata de seu partido após a desistência do senador Randolfe Rodrigues (AP) de concorrer.

O primeiro partido de Luciana foi o PT, mas foi expulsa em 2003 por se posicionar contrariamente à política econômica e à reforma da previdência proposta pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ajudou a fundar o PSOL e foi reeleita deputada pela sigla em 2006. Quatro anos depois, obteve expressiva votação no Rio Grande do Sul, mas não pôde assumir o mandato porque o PSOL não conseguiu uma cadeira na bancada gaúcha na Câmara.

Com plataformas ligadas às reivindicações dos protestos de junho de 2013, a candidata defende temas como a descriminalização da maconha e do aborto e o calote da dívida pública.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.