Lindberg e Bornier empatam em Nova Iguaçu, diz Ibope

A primeira pesquisa do Ibope em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, indica, pela segunda eleição consecutiva, uma disputa voto a voto. O prefeito Lindberg Farias (PT), que tenta a reeleição, e o deputado federal Nelson Bornier (PMDB) aparecem tecnicamente empatados. Lindberg lidera com 40% das intenções de voto e Bornier, que já foi prefeito da cidade, tem 34%. A margem de erro é de 4 pontos percentuais. Os números da pesquisa indicam a polarização das intenções de voto entre os dois candidatos que deve se repetir a disputa no segundo turno. O candidato do PSTU, Carlão, atingiu 1%. Já Antônio Cottas (PSOL), José Renato (PCB) e Leo (PTC) não pontuaram. Votos brancos e nulos representam 7% da amostra e 17% não souberam responder à pesquisa.Com os resultados desfavoráveis na capital fluminense e em Niterói, o PT tem em Nova Iguaçu o maior desafio das eleições no Estado do Rio. Apesar de ancorar toda a sua campanha na figura do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Lindberg não conseguiu ainda uma gravação do presidente para o horário eleitoral ou a presença dele em seu palanque, já que o PMDB também faz parte da base governista. Já Bornier, que recorre do indeferimento de seu registro de candidatura por causa de contas rejeitadas de seu governo, tem obtido apoio mais explícito do governador do Estado, Sérgio Cabral (PMDB). A administração de Lindberg é considerada ótima ou boa por 43% dos eleitores, mas regular por 34% e péssima por 20%. A pesquisa do Ibope, contratada pela TV Globo, ouviu 602 eleitores em Nova Iguaçu entre os dias 12 e 14 de setembro e foi registrada sob o número 007/2008 na 82º zona eleitoral da cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.