Rafael Almeida/PDT
Rafael Almeida/PDT

Líderes do PDT, PSB e PCdoB se reúnem na Câmara para discutir formação de bloco de oposição

A ideia é que o grupo atue de forma conjunta para fazer uma oposição 'propositiva'

Camila Turtelli, O Estado de S.Paulo

30 de outubro de 2018 | 21h27

BRASÍLIA – As lideranças do PDT, PSB e PCdoB na Câmara se reuniram nesta terça-feira, 30, para tratar sobre a formação de um bloco de oposição. “Estamos finalizando (as conversas). São três líderes que têm uma sinergia de trabalho já há algum tempo e nós estamos discutindo um procedimento de ações dentro de Congresso tanto nessa atual legislatura como nas futuras bancadas”, afirmou o líder do PDT na Câmara, André Figueiredo (CE).

Segundo ele, a ideia é que o grupo atue de forma conjunta para fazer uma oposição “propositiva”. De acordo com o parlamentar, a ideia é que os partidos atuem em pautas de interesse em comum. “Sempre apresentando para qualquer projeto que venha do governo Bolsonaro, nosso modelo em relação àquele tema”, disse Figueiredo.

O líder disse que outros partidos podem se juntar ao grupo. “Vamos encontrar outras forças políticas que possam ter essa sinergia de pensamento”, afirmou.

Sobre o PT, o deputado disse que o grupo tem um modelo de oposição distinto do partido dos trabalhadores. “Nós temos outro modelo de oposição. Um modelo de oposição construtivo para o País”, afirmou. “O PT tem um modos operandi próprio dele e nós respeitamos, em momentos de embate aqui dentro provavelmente estaremos juntos, mas o que não podemos aceitar de forma alguma é o hegemonismo que infelizmente o PT quer impor aos demais partidos no campo dele”, afirmou. “Não seremos e nenhum dos partidos se propõem a ser um puxadinho do PT”, disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.