Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Líder do União Brasil na Câmara diz que Luciano Bivar será pré-candidato à Presidência

Elmar Nascimento afirmou que a Executiva da legenda deve se reunir na próxima quinta-feira,14, para deliberar e oficializar o anúncio

Levy Teles, O Estado de S.Paulo

12 de abril de 2022 | 19h43
Atualizado 12 de abril de 2022 | 19h51

Pouco mais de uma semana depois do anúncio da filiação do ex-ministro da Justiça Sérgio Moro ao União Brasil, o líder do partido na Câmara dos Deputados, Elmar Nascimento (BA) anunciou nesta terça-feira, 12, a indicação do presidente da legenda, Luciano Bivar, como pré-candidato à Presidência da República. A decisão, afirmou o congressista, teve o apoio unânime da bancada.

“É um nome que nos une, e que entendemos que tem todas as qualificações para liderar, não só o nosso partido, mas todo do centro democrático”, disse Elmar. O parlamentar ainda afirmou que haverá uma reunião da Executiva na próxima quinta-feira, 14, para deliberar e oficializar o anúncio.

“Ele agradece a nós todos essa missão. Precisava que fosse algo que não nascesse de sua vontade individual, mas reivindicação dos agentes políticos do partido”, disse o deputado federal.

Em sabatina realizada no Brazil Conference neste domingo, 10, a senadora Simone Tebet citou o nome de Bivar como o pré-candidato apresentado pelo União Brasil que concorre com ela pelo endosso da coligação de partidos da chamada terceira via, descartando o ex-juiz da disputa. 

“Me desculpe o ministro Sérgio Moro, mas hoje ele não é, por enquanto, o pré-candidato do União Brasil, que vai ter um pré-candidato que é o Luciano Bivar”, disse. Em sabatina realizada no mesmo evento, no sábado, 9, o ex-juiz disse seguir à disposição para a candidatura presidencial.

MDB, PSDB, União Brasil e Cidadania participam de uma negociação para lançar uma candidatura única da terceira via à Presidência. Os partidos disseram que o lançamento será feito no dia 18 de maio. Estão no páreo o próprio Doria, Simone Tebet (MDB) e Luciano Bivar. 

Segundo Elmar, o anúncio do dia 18 segue "de pé". Mas espera que os outros também apresentem um candidato. "Senão a gente vai sofrer o dia todo. 'Mas fulano discorda da candidatura, no partido dele tem outro que não quer isso'. Como que a gente vai sentar na mesa e Luciano renunciar em prol de outro candidato que sequer tem unidade em seu próprio partido?", questionou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.