Kassab lidera em todas as regiões de São Paulo

Candidato do DEM aparece na frente dos demais candidatos no centro e nas zonas leste, norte, oeste e sul

Da Redação,

05 de outubro de 2008 | 20h03

O candidato do DEM e atual prefeito, Gilberto Kassab, lidera as eleições em todas as regiões de São Paulo. Kassab aparece na frente de Marta Suplicy (PT) no centro e nas zonas leste, norte, oeste e sul. Com 48,38% das urnas apuradas na cidade, Kassab tem 35,11% dos votos, contra 30,02% de Marta e 23,38% de Geraldo Alckmin (PSDB).   Veja também: Especial: Perfil dos candidatos em São Paulo  Galeria de fotos dos candidatos à Prefeitura   Cobertura completa das eleições 2008  Eu prometo: Veja as promessas de campanha dos candidatos  Vereador digital: Depoimentos e perfis de candidatos em São Paulo   Tire suas dúvidas sobre as eleições      Nas zonas eleitorais do centro de São Paulo, Kassab lidera. Nas zonas da região oeste, o candidato do DEM lidera em todas as zonas eleitorais, que são seis. Na zona leste, Kassab lidera em 12 zonas eleitorais, contra sete de Marta Suplicy. Na zona leste, três zonas eleitorais ainda não tinham dados sobre os votos.   Kassab lidera em quatro zonas eleitorais da zona norte de São Paulo, contra quatro de Marta. No entanto, Marta aparecia atrás de Alckmin em uma das zonas eleitorais em que Kassab lidera. Na zona sul da capital paulista, Kassab liderava oito zonas eleitorais, contra cinco lideranças de Marta. Na zona sul, seis zonas eleitorais ainda não haviam computado votos.   Pensando no 2º turno   O candidato do DEM, Gilberto Kassab, falou a jornalistas sobre a sua estratégia para o segundo turno, caso se confirme a pesquisa de boca-de-urna divulgada neste domingo, 5.   "O resultado nos deixa bastante envaidecido e motivado para que possamos direcionar os candidatos no segunto turno. A estratégia é refletirmos em relação a alianças com partido, recompor as alianças com o atual governo, com muito espírito partidário", disse.   Atraso na apuração   A divulgação do número de votos para prefeito no Estado de São Paulo ficou parada por quase uma hora e meia, desde às 18h33, e a de vereadores, desde às 17h45. Segundo a Assessoria de Comunicação do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), houve uma falha no servidor, o que impede a transmissão de dados. A apuração continua, mas os dados de todas as cidades paulistas não podem ser conhecidos por conta do problema. Técnicos do TRE estão tentando uma solução emergencial e, segundo assessores, o problema pode estar ocorrendo também em outros Estados.     Texto ampliado às 20h37 para acréscimo de informações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.