Kassab diz que, se eleito, vai ficar até o fim do mandato

'Não tenho biografia para renunciar à Prefeitura de São Paulo', diz candidato do DEM em evento em Itaquera

Ana Paula Scinocca, de O Estado de S. Paulo,

19 de outubro de 2008 | 18h48

Líder nas pesquisas, o prefeito e candidato à reeleição pelo DEM, Gilberto Kassab, reafirmou neste domingo, 19, que vai cumprir os quatro anos de mandato, caso saia vencedor da disputa pela prefeitura paulistana no domingo. "Eu não tenho biografia para renunciar à Prefeitura de São Paulo. Essa é a minha primeira eleição majoritária", afirmou.  Veja também:Blog: Leia os principais momentos do debate na Bandeirantes  Especial: Perfil dos candidatos em São Paulo 'Eu prometo' traz as promessas de Marta e Kassab Geografia do voto: Desempenho dos partidos nas cidades brasileiras Confira o resultado eleitoral nas capitais do País  Kassab assumiu o cargo de prefeito com a renúncia de José Serra (PSDB), eleito governador em 2006. "Eu não tenho a biografia que o Serra tinha. Ele tinha sido senador, ministro duas vezes, secretário, prefeito e candidato à Presidência da República", comparou. Kassab fez campanha no início da tarde deste domingo em Itaquera, na zona leste, onde visitou a 5ª edição da Feira das Nações. Lá, cumprimentou eleitores, posou para fotografias e comeu esfiha e pastel. A visita a Itaquera foi o único compromisso de campanha do prefeito antes do debate da TV Record, marcado para as 21 horas. "Vou fazer um pouco de leitura para relembrar um pouco das nossas ações e depois ir para o debate", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.