Kassab defende união com o PSDB para 2º turno

O atual prefeito e candidato à reeleição, Gilberto Kassab (DEM), fez hoje uma caminhada na região do Bom Retiro ao lado do ex-senador José Jorge, que concorreu na chapa encabeçada por Geraldo Alckmin (PSDB) nas eleições de 2006 como vice-presidente. O candidato afirmou ser evidente que tucanos e democratas estarão juntos no segundo turno das eleições. "Quero cumprimentar todos os dirigentes do PSDB e do DEM que têm essa linha de raciocínio. É evidente que vamos estar no segundo turno trabalhando juntos. Temos um adversário em comum, que é o PT", declarou.O comentário de Kassab está alinhado com a orientação do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e de outros dirigentes tucanos que consideram que a derrota de Marta Suplicy (PT) seria uma vitória para o PSDB, mesmo que Alckmin não vá para o segundo turno. Após cumprimentar comerciantes e pessoas que passavam pela região, Kassab ressaltou que José Jorge é uma pessoa muito querida pelo PSDB. "O senador foi candidato a vice e representou o partido nas últimas eleições presidenciais. É uma pessoa muito querida pelo PSDB, que traz sorte. Ele é pé-quente", afirmou Kassab.Kassab disse estar confiante após os resultados das últimas pesquisas de intenção de voto, que o colocam em segundo lugar, à frente de Alckmin, mas evitou provocar o candidato tucano. "Seria uma pretensão muito grande eu afirmar aqui que já estamos no segundo turno. As eleições não acabaram, ainda temos o segundo turno, a campanha não acabou. Seria até um desrespeito com o eleitor", declarou.Após ter revelado no debate de ontem na TV Record que foi procurado por Alckmin para fechar um acordo em que o tucano teria oferecido uma secretaria ou o apoio nas eleições para o governo do Estado em 2010, caso desistisse de disputar a reeleição, Kassab desconversou. Questionado por jornalistas sobre essa tentativa de acordo, ele limitou-se a dizer que o eleitor não está interessado nesse tipo de assunto, mas sim nas propostas de cada candidato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.