Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Justiça aceita denúncia contra magistrados de MT

Evandro Stábile e José Luiz de Carvalho, do Tribunal de Justiça do Estado, são acusados de venda de sentenças

CUIABÁ, O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2013 | 02h01

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) aceitou denúncia contra os desembargadores Evandro Stábile e José Luiz de Carvalho, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, acusados de envolvimento com organização de vendas de sentenças judiciais.

O esquema foi desmontado durante Operação Asafe, deflagrada em 2010 pela Polícia Federal, e vinha sendo investigado desde 2007 em inquérito judicial conduzido pela ministra Fátima Nancy Andrighi, do STJ.

As investigações começaram quando a PF em Goiás encontrou situações que envolveriam possível crime de exploração de prestígio (quando o crime envolve servidor do alto escalão do Poder Judiciário) em Mato Grosso. A polícia investiga ainda crimes de corrupção ativa e passiva e formação de quadrilha.

Os inquéritos instaurados em Goiás e Mato Grosso originaram a ação penal no STJ em 2010 com 41 denunciados, sendo três desembargadores e 37 civis. No ano passado, o STJ determinou o desmembramento do processo e, por isso, apenas os desembargadores continuaram sendo julgados pelo órgão. Stábile e Carvalho estão afastados do cargo. O terceiro desembargador foi inocentado. O julgamento foi concluído em dezembro, mas só agora foi divulgado pelo STJ. / FÁTIMA LESSA, ESPECIAL PARA O ESTADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.