Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Juiz eleitoral proíbe candidato a vereador tucano de fazer apologia à maconha

O Estado de S.Paulo

07 de setembro de 2012 | 03h04

A polêmica em relação ao material de campanha que faz referência à maconha, do candidato a vereador de Florianópolis, Lucas de Oliveira (PSDB), teve ontem novo desdobramento. O juiz Luiz Felipe Siegert Schuch, da 13.ª Zona Eleitoral, concedeu liminar em resposta ao pedido do Ministério Público Estadual, na qual determina a busca e apreensão do material de campanha com apologia à droga; interrupção da entrega de pacotes com papel de seda e a participação de adolescentes na distribuição da propaganda. Exige também a abstenção do uso do material de campanha sob pena de multa diária de R$ 1 mil. A cassação do registro da candidatura ainda não foi julgada. / DANIEL CARDOSO, ESPECIAL PARA O ESTADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.