Juiz dá 6ª sentença contra prefeito eleito de Jundiaí-SP

O juiz eleitoral de Jundiaí, no interior paulista, Marco Aurélio Stradiotto, deu a sexta sentença de cassação do prefeito eleito, Miguel Haddad (PSDB), e seu vice, Luiz Fernando Machado. A decisão foi baseada em vídeos e fotos de distribuição, na véspera da eleição, de exemplares de um jornal local com a manchete "Pesquisa aponta vitória de Miguel Haddad no primeiro turno", com a entrega de panfletos do candidato citado. Em contrapartida, o PMDB, um dos partidos da coligação "Construindo o Futuro" (PTdoB-PSC-PTN-PMDB-PV-PTC-PTB-PRTB-DEM-PRP-PR-PP-PSDC-PSDB-PRB-PMN-PSL-PHS), encabeçada pelo PSDB, protocolou denúncia em cartório, contra o PCdoB, da coligação adversária "Jundiaí Quer Novas Idéias" (PDT-PPS-PSB-PCdoB). Entre as irregularidades, o diretório do PMDB afirma que houve sonegação fiscal, ''caixa 2'' e realização de boca-de-urna na campanha de Pedro Bigardi e Cristiano Lopes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.