Jornalistas são detidos no interior da Bahia

Equipe do 'A Tarde' é presa por fotografar zonas eleitorais apesar de ser permitida a cobertura

Agência Brasil,

05 de outubro de 2008 | 16h31

Duas equipes de reportagem do jornal A Tarde, da Bahia, foram detidas na manhã deste domingo, 5, no interior do Estado. De acordo com informações do jornal, a repórter Marjorie Moura e o fotógrafo Elói Correia foram detidos pela Polícia Militar, em São Francisco do Conde, no momento em que saíam da 162ª Zona Eleitoral, no Colégio Martinho Sales Brasil. Um fiscal não permitiu a saída da equipe do local de votação, alegando que eles teriam feito imagens não autorizadas.   Veja também: Confira as imagens da votação pelo Brasil Cobertura completa das eleições 2008 Eu prometo: Veja as promessas de campanha dos candidatos  Ibope: Veja números das últimas pesquisas     "As pessoas acabam confundindo a lei. Máquinas fotográficas não são permitidas para eleitores", disse o coordenador da editoria de eleições, Flávio Oliveira. Um policial reteve o fotógrafo e a repórter por meia hora, mas os liberou após consultar o juiz eleitoral da região.   Em Barreiras, outra equipe do mesmo jornal teve o material de trabalho confiscado enquanto fazia imagens da votação de um deficiente físico no Sindicato dos Trabalhadores Rurais. A alegação para a prisão é a urna tinha sido fotografada. O material de trabalho foi retido pelo juiz eleitoral Eustáquio Boaventura. Os jornalistas estão detidos no cartório eleitoral da cidade. O TRE da Bahia informou que tomou conhecimento das prisões e está avaliando que atitude será tomada no caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.