João Paulo Tavares Papa se elege prefeito em Santos

Com 65,45% das urnas apuradas, candidato do PMDB tem 76,57% dos votos, contra 13,71% de Maria Lucia Prandi

Da Redação,

05 de outubro de 2008 | 23h58

O candidato do PMDB em Santos, João Paulo Tavares Papa, venceu as eleições no primeiro turno. Com 65,45% dos votos apurados, ele tinha 76,57% dos votos, contra 13,71% de Maria Lucia Prandi (PT). As urnas confirmaram os dados das pesquisas, que mostravam o peemedebista com uma grande vantagem em relação à candidata do PT. Junto com São Vicente e Guarujá, Santos faz parte dos três municípios da Baixada Santista que podiam ter segundo turno. No sábado, a última pesquisa Ibope/TV Tribuna (afiliada da Rede Globo), apontava Papa com 72% das intenções de voto, o mesmo patamar da pesquisa anterior. Em segundo lugar, estava a candidata do PT, Maria Lúcia Prandi, com 11% (10% na anterior), e, em terceiro, a candidata Mariângela Duarte (PSB), que tinha 6% da preferência do eleitorado santista, ante 7% no levantamento anterior. O cientista político Fernando Chagas afirmou que esta foi a primeira vez desde a redemocratização que Santos não ficou dividida. "Metade da cidade normalmente votava no PT e a outra metade, ora no PP, ora no PMDB", disse. Segundo ele, a divisão seguia o parâmetro territorial e de renda, com as classes mais baixas moradoras dos morros e zona noroeste pró-PT e a elite e classe média da área leste adotando a candidatura antipetista. Apesar dos números desfavoráveis, o PT santista não entregou os pontos e afirmou que não sentia tamanha preferência pelo adversário nas ruas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.