João Paulo reclama de 'judicialização da política' pelo STF

O deputado João Paulo Cunha (PT-SP) criticou ontem a decisão do Supremo Tribunal Federal, que no encerramento do julgamento do mensalão determinou a perda dos mandatos dos parlamentares condenados. Em nota, o petista disse que a medida "faz parte de um trágico contexto de judicialização da política que, nos últimos anos, tem propiciado à Justiça avançar, de maneira equivocada, sobre as prerrogativas dos poderes Legislativo e Executivo". Segundo ele, a decisão dos ministros responde à "pressão de uma opinião publicada e veiculada pela maioria dos grandes canais de comunicação". / FELIPE FRAZÃO

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.