Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Jefferson pede licença do PTB sob justificativa médica

O delator do esquema do mensalão e deputado cassado Roberto Jefferson vai se licenciar da presidência nacional do PTB no domingo. A justificativa é que ele vai deixar as funções no partido para se dedicar exclusivamente ao tratamento do câncer no pâncreas, diagnosticado em julho. Jefferson será substituído pelo vice-presidente do PTB, o ex-deputado Benito Gama.

O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2012 | 03h07

A substituição foi anunciada um dia após o revisor do processo do mensalão no Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, seguir o relator, Joaquim Barbosa, e condenar Jefferson por corrupção passiva. O ex-deputado recebeu cerca de R$ 4,5 milhões do PT para tornar viáveis candidaturas do PTB em 2004. O estado de saúde de Jefferson é grave. Na cirurgia para remover o tumor, outros órgãos foram afetados. No dia 12, ele voltou ao hospital após uma crise gastrointestinal e desidratação. Na quarta-feira, o ex-deputado começa a quimioterapia.

"O presidente ficará afastado por seis meses. Vamos manter nossa linha na base da presidente Dilma Rousseff na Câmara e no Senado", explicou Gama. O PTB tem 21 deputados e 6 senadores. Gama negou que a licença de Jefferson esteja relacionada ao julgamento do mensalão. / ALFREDO JUNQUEIRA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.