Jandira Feghali diz que se eleita vai priorizar áreas carentes

Candidata do PC do B à prefeitura foi a última participante da série de sabatinas do 'Grupo Estado' no Rio

Adriana Chiarini, da Agência Estado

29 de agosto de 2008 | 12h17

A candidata à prefeitura do Rio Jandira Feghali(PCdoB) disse nesta sexta-feira, 29, na série de sabatinas do Grupo Estado com os candidato ao cargo que, se eleita, vai imediatamente atuar em 16 áreas da cidade em que o Índice de Desenvolvimento Humano é muito baixo (abaixo de 0,50), inclusive Cidade de Deus e favela da Maré. O vídeo da sabatina pode ser visto na TV Estadão. (clique aqui).  Veja também:Áreas de pré-sal devem ficar com a Petrobras, diz JandiraJandira levanta suspeita sobre mau uso de recursos no RioJandira diz que se for eleita vai evitar epidemia de dengue Especial: Perfil de Jandira Feghali As regras para as eleições municipais  Tire suas dúvidas sobre as eleições de outubro De acordo com ela, vivem 1,2 milhão de pessoas que correspondem a 18% da população nessas 16 áreas. A ação da prefeitura nessas regiões incluirá a cobertura total do programa Saúde de Família, escola em tempo integral, a Guarda Municipal na porta das escolas e de serviços, entre outras iniciativas.  A sabatina terminou por volta do meio-dia, excepcionalmente, por conta de um compromisso pessoal de Jandira.    Outras sabatinas O evento faz parte da série promovida pelo Grupo Estado com candidatos a prefeito no Rio e em São Paulo, com transmissão ao vivo pela TV Estadão. Marcelo Crivella (PRB), Alessandro Molon (PT), Solange Amaral (DEM) e Eduardo Paes (PMDB) já participaram da sabatina. Na sexta-feira, será a vez de Jandira Feghali (PC do B).  Em São Paulo, de 1º a 5 de setembro, serão sabatinados, no auditório do Grupo Estado, Marta Suplicy (PT), Geraldo Alckmin (PSDB), Gilberto Kassab (DEM), Paulo Maluf (PP) e Soninha Francine (PPS). O evento acaba dia 8, com Ivan Valente (PSOL). O horário é o mesmo do Rio, das 11 às 13 horas. Informações e inscrições no http://www.estadao.com.br/sabatinas/home.htm

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.