Ibiúna relembra Congresso da UNE de 1968

Quarenta e cinco anos depois do Congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE) de 1968, onde 700 participantes foram presos, estudantes se reúnem novamente em Ibiúna (70 km de São Paulo), desta vez para o 11.º Congresso da União Estadual dos Estudantes de São Paulo (UEE). No evento, militantes daquela época, entre eles os ex-ministros José Dirceu (Casa Civil) e Franklin Martins (Comunicação Social), serão homenageados com um ato de reparação coletiva.

O Estado de S.Paulo

15 Junho 2013 | 02h03

Hoje de manhã haverá uma sessão da 71.ª Caravana da Anistia. A pedido da UEE, serão julgados dois casos de militantes que entraram com pedido de reparação oficial. "O Congresso de 1968 foi um marco do movimento estudantil brasileiro", disse o presidente da UEE, Alexandre Cherno.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.