Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Haddad diz esperar uma declaração 'dura' de apoio de Ciro Gomes

Candidato do PT à Presidência da República afirma que 'tem certeza que ele vai fazer uma fala dura nesta reta final e vamos vencer juntos'

Leonardo Augusto / ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

26 de outubro de 2018 | 11h08

BELO HORIZONTE - A menos de 48 horas do início da votação de segundo turno nas eleições 2018, o candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, afirmou hoje, 26, esperar uma declaração "dura" de apoio do ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT), a seu favor na disputa contra o rival Jair Bolsonaro (PSL). O pedetista ficou em terceiro lugar no primeiro turno de votação. Em seguida, viajou para a Europa. O retorno ao Brasil está previsto para as próximas horas. 

Haddad deu entrevista por telefone à Rádio Super Notícia, de Minas Gerais. "Tenho maturidade suficiente para entender o comportamento das pessoas, e na politica você sempre tem que ter postura de acolhida, sobretudo com quem pensa parecido com você. O Ciro é meu companheiro de longa data. Tenho certeza que ele vai fazer uma fala dura nesta reta final e nos vamos vencer juntos", disse o candidato do PT.

A última pesquisa Ibope/Estato/TV Globo de intenção de votos, divulgada em 23 de outubro, aponta Bolsonaro com 57% dos votos válidos, contra 43% de Haddad. Na entrevista para a rádio, o candidato do PT voltou a reclamar que o adversário evitou todos os debates previstos para o segundo turno e usou isto para tentar chegar ao nicho militar de votos do rival. "Como uma pessoa que tem como estratégia fugir vai ser o comandante em chefe das Forças Armadas? Não tem cabimento uma coisa dessas".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.