Haddad diz adotar estilo 'paz e amor' na campanha

O candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, disse ontem que sempre evitou o "clima de belicosidade" na campanha e que desde o início adotou o estilo "paz e amor". "Estilo Haddad paz e amor sempre. Eu nunca entrei nesse clima de belicosidade. Quando eu tinha 3% (das intenções de voto) era o mesmo sujeito de hoje", afirmou ao participar de um café da manhã no Sindicado dos Bares e Restaurantes, na região central. A declaração de Haddad foi dada após ele ser questionado se adotaria o slogan usado pelo ex-presidente Lula - "Lulinha paz e amor" - em 2002.

O Estado de S.Paulo

21 de outubro de 2012 | 03h06

Apesar de Haddad prometer postura mais propositiva, a campanha petista, a pedido do próprio candidato, vai reservar tempo no horário eleitoral e nas inserções de propaganda na TV para se defender da campanha adversária. Ele alega que a medida foi tomada porque o tucano não aceitou um acordo proposto por ele para que ambos reservariam a reta final apenas para debater projetos.

Serra chamou a proposta de "truque". "Eles propõem uma coisa e fazem outra. Perderam quatro representações nossas por agressões no horario eleitoral. Enquanto isso ficam falando de paz. Só truque para impressionar." / FELIPE FRAZÃO

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2012

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.