Haddad aceita como vice ex-secretária de Esportes de Marta

PT programou para hoje anúncio do nome de Nádia Campeão, que preside o PC do B de SP, para compor a chapa

FERNANDO GALLO, O Estado de S.Paulo

27 de junho de 2012 | 03h08

O PT vai anunciar hoje o nome da presidente estadual do PC do B, Nádia Campeão, como vice na chapa de Fernando Haddad. O partido fará a apresentação à tarde, em evento no diretório municipal. O pré-candidato aguardava ontem à noite apenas a bênção do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para sacramentar a dobradinha.

Durante a tarde, os petistas convenceram o PSB municipal, que era o último foco de resistência ao nome de Nádia, a apoiar a indicação. O presidente do partido, Eliseu Gabriel, ainda se reúne hoje com Haddad para discutir uma colaboração petista na organização da campanha do PSB e a participação em um eventual futuro governo.

Nádia Campeão foi secretária municipal de Esporte durante a gestão Marta Suplicy (2001-2004) e candidata a vice de Aloizio Mercadante ao governo do Estado em 2006. Fazia parte de uma lista de três nomes que o PC do B ofereceu ao PT para compor a vice - além dela, a deputada estadual Leci Brandão e o vereador Jamil Murad.

A presidente estadual do partido tem o perfil discreto que os petistas desejavam para o posto, depois da ruidosa saída da deputada Luiza Erundina (PSB-SP), que deixou a vice de Haddad três dias depois de aceitar a indicação por discordar da aliança com o PP, do deputado Paulo Maluf.

A campanha avaliava, desde a desistência de Erundina, que mais do que encontrar um vice que pudesse agregar votos, Haddad precisava de alguém que não causasse problemas nem quisesse aparecer mais do que o pré-candidato. O próprio ex-ministro manifestou essa mesma preocupação a interlocutores.

Segundo fontes petistas, Nádia reafirmou ao PC do B, anteontem, a disposição de entrar na chapa de Haddad, depois que o vereador Netinho de Paula (PC do B) desistiu de disputar a vaga de prefeito para apoiar o PT.

Coordenação. Pelo apoio aos petistas, o PC do B terá à disposição o palanque de Haddad para discursos de Netinho, que encabeça a lista de puxadores de voto que tentarão uma vaga na Câmara Municipal. Além disso, o partido passa a dispor de um lugar na coordenação da campanha de Haddad. O posto deverá ser ocupado pelo ex-ministro do Esporte Orlando Silva, que será candidato a vereador .

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.