Hackers tentam tirar do ar página de Kassab na internet

A disputa eleitoral pela Prefeitura de São Paulo passou das ruas para o mundo virtual. Hackers tentaram invadir e tirar do ar o site do prefeito e candidato à reeleição pelo DEM, Gilberto Kassab. Os ataques, até agora sem sucesso, se intensificaram nesta semana, na reta final das eleições, chegando a 50 tentativas em um só dia, informou o coordenador de campanha online do candidato, Moriael Paiva. "Esse é um problema comum em campanhas, mas desta vez veio muito forte", afirmou.A campanha de Kassab evitou apontar suspeitos pelas investidas e limitou-se a publicar uma nota no blog do candidato chamando as tentativas de "baixaria". "Às vezes (o responsável pelos ataques) é uma pessoa que concorda com a causa do adversário ou simplesmente discorda de tudo", justifica Paiva. Ele estima que as tentativas aumentaram 300%, do primeiro para o segundo turno das eleições, mas evita citar números exatos para não ''desafiar'' os hackers.Os ataques partiram de São Paulo, Brasília e Recife. Paiva explica que uma equipe de cerca de 30 pessoas monitora a internet para impedir investidas como essas. Além do site, houve tentativas de espalhar e-mails com boatos sobre Kassab, que concorre pela coligação "São Paulo no Rumo Certo" (DEM-PR-PMDB-PRP-PV-PSC). "Chegamos a ver na internet gente encomendando a derrubada do nosso site", disse Paiva. Como as tentativas foram frustradas, a campanha do democrata não deve ir à Justiça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.