Gurgel começa a analisar denúncias

Em Brasília, ontem, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, disse que começou a analisar denúncias de que Chalita teria recebido propina de empresários quando era secretário de Educação. Há 11 inquéritos civis no Ministério Público de SP, mas os inquéritos criminais só podem ser abertos com aval de Gurgel, pois Chalita é parlamentar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.