Governos estaduais elevaram gastos com pessoal na crise

Dados do Relatório de Gestão Fiscal revelam, como mostrou ontem o Estado, que as 27 unidades da Federação aumentaram em R$ 55,3 bilhões suas despesas com pessoal desde o início da crise financeira internacional.

O Estado de S.Paulo

07 de agosto de 2012 | 03h06

Os índices mostram um crescimento de 29% com o funcionalismo estadual, mais comissionados e terceirizados desde 2009. O Estado líder no aumento dos gastos com o funcionalismo foi o Maranhão, que em 2011 precisou desembolsar R$ 4,3 bilhões com os servidores, valor 85% superior ao de 2009. No Amazonas, o aumento do gasto com pessoal foi de 67%, o segundo maior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.