Governo vai organizar operação especial para garantir atendimento de energia nas eleições

De acordo com o Ministério de Minas e Energia, todas as usinas, subestações e linhas de transmissão vão operar normalmente

Anne Warth, O Estado de S. Paulo

23 de outubro de 2014 | 13h18

O governo vai organizar uma operação especial para assegurar o atendimento de energia no País durante o segundo turno das eleições. Segundo o Ministério de Minas e Energia, equipes de plantão vão atuar entre as 17 horas de sábado (25) e as 7 horas de segunda-feira (27) em todo o País para garantir a segurança do sistema.

De acordo com o Ministério, todas as usinas, subestações e linhas de transmissão e distribuição vão operar normalmente no período. Equipes de plantão estarão disponíveis para operações de manutenção, acompanhamento e gerenciamento em todas as geradoras, transmissoras e distribuidoras do sistema.

Além disso, também segundo o Ministério, os critérios de segurança do sistema elétrico serão elevados. O objetivo é obter maior margem de segurança com relação aos limites normalmente praticados. 

A definição da operação especial foi tema de reunião coordenada pelo secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann. A reunião teve participação de dirigentes da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e Eletrobras.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.