Governo tem de 'aproveitar a oportunidade'

Proposta pela presidente Dilma Rousseff em resposta aos movimentos das ruas, a reforma política é vista como necessária, mas deve ser bem feita para não se transformar em uma oportunidade perdida.

O Estado de S.Paulo

30 Junho 2013 | 02h08

Assim avaliaram o cientista político e professor do Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper), Carlos Melo, e a professora do Departamento de História da Universidade de São Paulo (USP), Maria Aparecida Aquino, durante debate promovido pela TV Estadão, mediado pelo jornalista Roberto Godoy.

Para Melo, a reforma política é necessária porque se perdeu o elo entre a sociedade e o sistema político, mas a proposta está sendo feita de modo confuso e desarticulado. "O tema é muito complexo para se limitar a questões com sim ou não", argumentou.

Para Maria Aparecida "todo mundo ganha" com a reforma, mesmo que realmente se trate de uma estratégia do governo para desviar a atenção, como acusa a oposição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.