Governo renova passaporte de Edir Macedo

O Itamaraty renovou o passaporte diplomático do bispo e fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo, e de sua mulher, Ester Eunice Rangel Bezerra. A informação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) de anteontem.

BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

13 de novembro de 2011 | 03h03

O documento é concedido para vários cardeais católicos. Por conta disso, líderes evangélicos também passaram a solicitar o passaporte diplomático, que permite um tratamento diferenciado aos seus portadores em aeroportos do mundo inteiro.

Além disso, o passaporte dispensa a revista em vários países. Edir Macedo é dono de 90% da TV Record, enquanto sua mulher é proprietária do restante das ações da emissora.

A assessoria de imprensa do Itamaraty informou que o bispo da Igreja Universal recebeu passaporte diplomático porque, na avaliação do ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, a concessão do documento atende aos interesses nacionais. O ministro, porém, não justifica que interesses seriam atendidos com o documento, segundo a assessoria, porque trata-se de um ato "discricionário".

Em setembro deste ano, a Justiça Federal aceitou parcialmente denúncia contra Edir Macedo e outros três integrantes da cúpula da Universal por lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha.

No primeiro semestre, a concessão de passaportes diplomáticos para os filhos e netos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva gerou polêmica e obrigou o governo a rever critérios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.