Governo pede que França garanta a segurança no local

O governo brasileiro pediu ontem à chancelaria francesa e ao governo local da Guiana Francesa a garantia de segurança no Consulado-Geral em Caiena, cercado por manifestantes desde domingo. Segundo o Itamaraty, foram dadas garantias de segurança dos funcionários e também o acesso ao prédio, para que o atendimento local possa ser mantido.

O Estado de S.Paulo

05 de fevereiro de 2013 | 02h03

Os protestos, no entanto, devem continuar. A informação é que a polícia local deverá cercar o consulado, mas não vai dispersar os manifestantes. Segundo o Itamaraty, já existe uma comissão binacional com a França e também com a União Europeia para discutir o cumprimento das normas internacionais de pesca na região. / LISANDRA PARAGUASSU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.