Governador de Pernambuco se alia à família Bornhausen

O governador de Pernambuco e provável candidato à Presidência em 2014, Eduardo Campos, prestigiou ontem a posse do secretário de Desenvolvimento Econômico de Santa Catarina, Paulo Bornhausen, no comando do diretório catarinense do PSB. Presidente nacional do partido, Campos filiou o filho do ex-senador Jorge Bornhausen - que comandou o antigo PFL (hoje DEM) - para reforçar seu projeto presidencial no Estado do sul do País.

TOMAS PETERSEN, ESPECIAL PARA O ESTADO, FLORIANÓPOLIS, O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2013 | 02h11

Paulo Bornhausen trocou o PSD pelo PSB após o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD), declarar apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff . Campos, porém, garantiu ao governador que o PSB apoiará a sua candidatura à reeleição. "Eles são amigos de longa data. No almoço de hoje o governador Eduardo Campos afirmou que respeita a decisão de Colombo, e que mesmo assim apoiará seu novo mandato", disse Paulo Bornhausen, que permanecerá no governo catarinense.

O sobrenome Bornhausen é um ícone da direita e do liberalismo em Santa Catarina. O avô de Paulo, Irineu, elegeu-se governador e senador na década de 1950. O pai, Jorge, governou o Estado em 1979 e exerceu dois mandatos de senador.

Em Florianópolis, Campos cumpriu uma agenda típica de candidato. Reuniu-se com o prefeito, Cesar Souza Júnior (PSD), visitou as redações dos veículos de comunicação e almoçou com o governador Colombo. Antes de participar da posse da nova executiva do PSB, ele ministrou palestra na Federação da Agricultura e Pecuária de Santa Catarina (Fapesc) sobre o Brasil e o mercado global. O pernambucano, porém, mais uma vez desconversou quando perguntado sobre o tema eleição presidencial. "Desde o ano passado me coloco claramente contra a antecipação do debate eleitoral. Não faz bem ao Brasil."

Hoje Campos tem agenda no Rio Grande do Sul, onde também se encontrará com representantes do setor rural e fará uma visita a Expointer - uma das maiores feiras do País ligada ao setor agropecuário . Ele também participa de eventos do PSB nas cidades de Passo Fundo e Caxias do Sul.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.