Gestão Temer tem aprovação de apenas 12% dos paulistanos, segundo o Ibope

Índice é mais baixo que o da administração do prefeito Fernando Haddad, hoje em 18%; parcela que considera governo federal péssimo ou ruim é de 42%

O Estado de S.Paulo

29 de setembro de 2016 | 11h39

O governo do presidente Michel Temer é considerado bom ou ótimo por apenas 12% dos paulistanos, segundo a quarta rodada da pesquisa Ibope/Estado/TV Globo. Já a parcela que considera a gestão ruim ou péssima é mais de três vezes maior: 42%. Outros 31% a veem como regular.

A aprovação a Temer chega a ser mais baixa que a da gestão do prefeito Fernando Haddad (PT), candidato com a maior taxa de rejeição entre os concorrentes à Prefeitura de São Paulo.  O governo Haddad é visto como bom ou ótimo por 18%, regular por 36% e ruim ou péssimo por 45%.

Desde a primeira rodada de pesquisas, feitas em agosto, a taxa de bom/ótimo de Haddad subiu cinco pontos porcentuais, enquanto a de ruim/péssimo caiu 12 pontos. As taxas de Temer praticamente não mudaram.

Os paulistanos também estão insatisfeitos com a gestão do governador Geraldo Alckmim (PSDB). Ela é considerada boa ou ótima por 21%, regular por 40% e ruim ou péssima por 35%.

A quarta rodada da pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo foi realizada entre os dias 25 e 28 de setembro, com 1.204 entrevistas face a face em todas as regiões da cidade. A margem de erro é de três pontos porcentuais e o nível de confiança é de 95%. Está registrada no TRE com o protocolo SP-03836/2016. Foi contratada por Globo Comunicação e Participações S/A e S/A O Estado de S.Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.