Ciete Silverio
Ciete Silverio

Geraldo Alckmin diz que ainda dá tempo de chegar no 2º turno

Em evento, tucano afirmou que Jair Bolsonaro (PSL) não tem condições de derrotar o PT no segundo turno das eleições 2018

Marcelo Osakabe, O Estado de S.Paulo

26 de setembro de 2018 | 13h38

O candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, minimizou os resultados das últimas pesquisas de opinião, como a do Ibope para São Paulo, divulgada na terça-feira, 25, que mostram que ele ainda não deixou o mesmo patamar de votos desde o início da campanha.

"Vai dar tempo sim. A eleição é nesses próximos dez dias. Está todo mundo animado, o Brasil inteiro fazendo campanha. Temos dez dias para chegar ao segundo turno", declarou o tucano, que participou de uma caminhada nesta manhã no centro de Santo André, no ABC paulista. No ato, militantes carregavam cartazes com os dizeres: "Nem PT, Nem Bolsonaro, agora é Alckmin".

Apesar de ter concentrado os esforços no Estado que governou nos últimos oito anos, Alckmin viu Bolsonaro subir de 30% para 33% entre o eleitorado paulista, segundo o último Ibope. Enquanto isso, o tucano oscilou de 13% para 14% e permaneceu empatado tecnicamente com Fernando Haddad (PT), que passou de 13% para 12%, e Ciro Gomes (PDT), de 8% para 10%. 

Alckmin disse também que a estratégia não vai mudar nessa reta final. "Vamos dizer que o PT não pode voltar. E para o PT não voltar, não pode ir o Bolsonaro (para o segundo turno)". Participaram da agenda prefeitos tucanos da região, como Paulo Serra (Santo André) e Orlando Morando (São Bernardo), além do senador José Serra e de José Aníbal, que disputa uma vaga na Câmara dos Deputados neste ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.