Garotinho está há três dias sem fazer campanha

Líder nas pesquisas de intenção de voto para governador do Rio está com virose e só deve retomar a agenda na quinta-feira

Roberta Pennafort, O Estado de S. Paulo

17 de setembro de 2014 | 10h50

Rio - Anthony Garotinho (PR), líder nas pesquisas de intenção de voto para o governo do estado do Rio, empatado com Luiz Fernando Pezão (PMDB), governador candidato à reeleição, está há três dias sem fazer campanha. A pouco mais de duas semanas para as eleições, ele foi acometido de uma virose, segundo informou sua assessoria de imprensa, e seu médico lhe recomendou "repouso absoluto". Os últimos compromissos foram no domingo: uma caminhada em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, e uma carreata no complexo de favelas da Maré, na zona norte do capital.

A previsão é que Garotinho retome a agenda nesta quinta-feira, 18, com entrevista ao RJTV, telejornal da TV Globo. Na terça, ele faltou a sabatina promovida pelo jornal O Globo com os candidatos. Enviou email que dizia: "Como é de conhecimento público, há três dias estou impossibilitado de cumprir minha agenda de campanha devido a um processo de virose que tem provocado, além de febre alta, indisposição física e sinais evidentes de cansaço". Desde que se recolheu em casa, cancelou caminhadas e gravações para TV.

A última pesquisa Datafolha, divulgada há uma semana, mostra Garotinho e Pezão empatados com 25% das intenções de voto. Marcelo Crivella (PRB) tem 19% e Lindbergh Farias (PT), 12%. Já de acordo com levantamento do Instituto Gerp, cujo resultado saiu ontem, há empate técnico entre os três primeiros: 23% dos entrevistados declararam voto em Garotinho, 21%, em Pezão e 20%, em Crivella.

Tudo o que sabemos sobre:
EleiçõesAnthony GarotinhoRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.