Gabeira suspeita de fraude, mas diz estar confiante na vitória

Candidato do PV votou nesta manhã na zona sul do Rio e afirmou que mesários iriam votar por eleitores ausentes

Jacqueline Farid, O Estado de S.Paulo

26 de outubro de 2008 | 09h19

O candidato do PV à prefeitura do Rio, Fernando Gabeira, votou, numa escola da zona sul da cidade, e disse estar confiante na vitória. Ele admitiu que espera que ocorra fraude nas eleições em alguns locais da cidade. Gabeira afirmou ter notícia de que alguns mesários teriam sido pagos para votar pouco antes das 17 horas por eleitores ausentes. Mas ressalvou que isso não comprometerá a sua vitória. Veja também:Lacerda e Quintão aparecem tecnicamente empatados em BHKassab chega ao dia da eleição 19 pontos à frente de MartaEspecial: Perfil dos candidatos do Rio  'Eu prometo' traz as promessas de Gabeira e Paes Geografia do voto: Desempenho dos partidos nas cidades brasileiras Confira o resultado eleitoral nas capitais do País  "Confiamos que nossa margem de vantagem será suficiente para vencermos, apesar de fraudes, que não vão alterar o resultado". Tratado como celebridade por fotógrafos e cinegrafistas, que chegaram a assustar o candidato, Gabeira fez uma mea-culpa e admitiu que o seqüestro do embaixador norte-americano no Brasil Charles Elbrick, em 1969, foi um erro. "Considerando o seqüestro uma forma de luta abominável que não deve ser usada de forma nenhuma, foi um erro nas nossas vidas", disse Gabeira, acrescentando que já foi perdoado pela própria filha do embaixador, falecido em 1993. Para Gabeira, sua candidatura uniu o Rio e tem como principal proposta desenvolvimento e segurança, com solidariedade. Ele seguirá agora para o Engenho de Dentro, na zona norte da cidade, onde vai acompanhar o voto de seu vice, Luiz Paulo Corrêa da Rocha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.