Gabeira diz que não se deve permitir crescimento de favelas

Candidato do PV à Prefeitura do Rio falou sobre suas propostas durante sabatina promovida pelo 'Grupo Estado'

Adriana Chiarini, da Agência Estado

26 de agosto de 2008 | 12h06

O convidado desta terça-feira, 26,  da série de sabatinas do Grupo Estado com candidatos a prefeito do Rio, Fernando Gabeira (PV), entende que não se deve permitir o crescimento das favelas. Ele defende, por exemplo, um trabalho de conscientização da população para que não haja ocupação irregular e que sejam seguidos "ecolimites", como monitoramento por satélite "via Google" (referindo-se a serviço gratuito pela Internet). "Eu considero isso humanismo porque pessoas em favelas estão construindo bomba de efeito retardado", disse. "No meu entender, o populismo carioca que fortaleceu o crescimento das favelas com o argumento que as pessoas têm o direito de morar não importa onde é um falso humanismo", disse. O vídeo do debate pode ser visto  na TV Estadão (clique aqui).   Veja também: Especial: Perfil de Fernando Gabeira   Para Gabeira, segurança é estratégica e saúde é 'emergencial' PT era melhor na oposição do que PSDB, diz Gabeira Gabeira afirma que violência inibe o crescimento do Rio Maia agiu com falta de compaixão durante epidemia, diz Gabeira As regras para as eleições municipais  Para coibir os "flanelinhas", pessoas que oferecem seus serviços para olhar os carros estacionados informalmente, Gabeira defendeu que onde existir lugar de estacionamento público, que isso seja feito por empresas licitadas pela Prefeitura.   Outras sabatinas   O evento faz parte da série promovida pelo Grupo Estado com candidatos a prefeito no Rio e em São Paulo, com transmissão ao vivo pela TV Estadão. Marcelo Crivella (PRB), Alessandro Molon (PT) e Eduardo Paes (PMDB) já participaram da sabatina. Na quarta-feira, a candidata do DEM à Prefeitura do Rio, Solange Amaral, vai expor seus planos. Na quinta e sexta-feira, participarão Chico Alencar (PSOL) e Jandira Feghali (PC do B).   Em São Paulo, de 1º a 5 de setembro, serão sabatinados, no auditório do Grupo Estado, Marta Suplicy (PT), Geraldo Alckmin (PSDB), Gilberto Kassab (DEM), Paulo Maluf (PP) e Soninha Francine (PPS). O evento acaba dia 8, com Ivan Valente (PSOL). O horário é o mesmo do Rio, das 11 às 13 horas. Informações e inscrições no http://www.estadao.com.br/sabatinas/home.htm

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.