O Estado de S.Paulo

14 de abril de 2012 | 03h06

Presidente do PT

"A bancada do PT na Câmara e no Senado defende uma CPI para apurar esse escândalo dos autores da farsa do mensalão. É preciso que a sociedade organizada, partidos políticos comprometidos com a luta contra a corrupção como é o PT, se mobilizem para impedir a operação abafa"

Marconi Perillo

Governador de Goiás (PSDB)

"Numa hora como

essa não dá para haver hipocrisia. Todos os políticos importantes de Goiás tiveram

algum tipo de relação ou de encontro com o Carlos Ramos, como empresário e dono de indústria de medicamentos em Anápolis"

Bruno Araújo

Deputado, líder do PSDB na Câmara dos Deputados

"O Supremo Tribunal

Federal decidiu que as

CPIs (comissões parlamentares de inquérito) podem

fazer as investigações

nesses casos, independentemente de espaço

temporal"

Delcídio Amaral

Senador

(PT-MS)

"O alcance dessa

CPI é inimaginável.

Só a empresa Delta Construções está presente em quase todo o País, principalmente

na construção e reforma de

estradas. Eu já fiz vários

alertas sobre isso. Estão

brincando com fogo"

Jilmar Tatto

Deputado, líder do PT na Câmara

"Isso que é chamado de mensalão ... tem sua própria rotina. Será julgado pelo STF. Se quisermos falar desse episódio, temos de tratar de financiamento de campanha, e não de ocupação da máquina do Estado, como queria o Cachoeira. Mensalão é caixa 2, é outra coisa"

Sérgio Guerra

Presidente do PSDB

"Vão arrumar um pretexto para embananar esse negócio (a CPI) mesmo contra a vontade da opinião pública de investigar a fundo tudo. Mas não terão mais como recuar. Não terão força para evitar agora a CPI. O que podem é tentar tumultuar para não deixar que ela funcione como deve"

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.