Fogaça deve ser reeleito em Porto Alegre, aponta boca-de-urna

Prefeito da capital gaúcha aparece com 57% dos votos na pesquisa Ibope, contra 43% de Maria do Rosário

Da Redação,

26 de outubro de 2008 | 17h53

A pesquisa Ibope de boca-de-urna, divulgada neste domingo, 26, aponta que o candidato à Prefeitura de Porto Alegre, José Fogaça (PMDB), pode vencer a disputa. Ele obteve 57% dos votos válidos, contra 43% de Maria do Rosário (PT).   Veja também:  Perfil dos candidatos de Porto Alegre  Geografia do voto: desempenho dos partidos no País  Desempenho dos partidos nos Estados  Cobertura completa das eleições 2008  Eu prometo: Veja as promessas de campanha dos candidatos   O Ibope entrevistou 4 mil eleitores na cidade. A pesquisa tem margem de erro de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos, e foi registrada no TRE.   Enquanto os eleitores votavam em Porto Alegre neste domingo, a campanha da candidata petista entrava com uma representação de última hora contra a candidatura de José Fogaça (PMDB) por uso da máquina pública com fins eleitorais.   Fogaça, que lidera a corrida eleitoral desde o início das pesquisas de intenção de voto e que também ganhou o primeiro turno das eleições em Porto Alegre, é acusado de distribuição de bônus moradia a moradores da capital.   Alheio às denúncias, o peemedebista, candidato à reeleição e apontado pelas pesquisas de intenção de voto como vencedor da disputa na capital gaúcha, votou acompanhado do senador Pedro Simon (PMDB) e do candidato a vice, José Fortunatti (PDT). "Estou satisfeito. Foi uma grande campanha. Mostramos nossas realizações e a população foi entendendo", disse Fogaça aos jornalistas.   Pouco antes foi a vez de Rosário votar e, dessa vez sem a presença de ministros gaúchos do governo federal, disse acreditar numa virada, apesar de já buscar pontos positivos em sua campanha, independente do resultado das urnas. "Mostramos que nosso projeto está vivo", disse a candidata a militantes no início da manhã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.