Andréa Rêgo Barros/Estadão
Andréa Rêgo Barros/Estadão

Filho de Eduardo Campos diz que não há veto do PSB-PE a Joaquim Barbosa

João Campos, pré-candidato a deputado federal por Pernambuco, disse que há interesse no diálogo com o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF)

Pedro Venceslau, enviado especial, O Estado de S.Paulo

20 de abril de 2018 | 13h23

RECIFE - Não há veto, de forma alguma, do PSB de Pernambuco à candidatura de Joaquim Barbosa à Presidência da República. A afirmação é de João Campos, filho do ex-governador Eduardo Campos, presidenciável do PSB nas eleições gerais de 2014, morto em um acidente aéreo durante a campanha daquele ano.

João, que participa do 17° Fórum Empresarial do Lide (Grupo de Líderes Empresariais) e é pré-candidato a deputado federal por Pernambuco nas eleições de outubro deste ano, disse, porém, que uma eventual candidatura de Barbosa deve estar afinada com o programa de centro-esquerda do PSB. 

"Conversamos com diversas frentes de esquerda. Qualquer aliança nacional deve ser alinhada  com as diretrizes que defendemos. Se ele (Barbosa) se enquadrar nisso, o PSB pode apoiá-lo". 

++ Página de Lula publica foto com vencedora de reality show que gritou 'Lula livre'

João Campos integra a direção do PSB pernambucano e foi chefe de gabinete do governador Paulo Câmara (PSB), que vai disputar a reeleição.

Além da falar sobre Joaquim Barbosa, João Campos elogiou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso pela Operação Lava Jato, que está na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, e criticou o que classifica de "seletividade da Justiça". 

++ Fachin arquiva investigação contra deputados do PP

"O povo do Nordeste reconhece o presidente Lula por tudo que ele fez. Como brasileiro, como jovem, espero que a Justiça não seja seletiva", disse, pontuando que "a Justiça não pode ser célere só com alguns". 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.