Festa dos 33 anos faz sigla cancelar encontro em SP

A grande festa de aniversário dos 33 anos do partido e 10 anos de chegada ao poder que a direção nacional do PT programou para o dia 20, no Anhembi, levou ao cancelamento do encontro nacional dos prefeitos petistas, programado para o dia 28. Da festa vão participar a presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e todos os ministros, governadores e prefeitos das principais cidades.

O Estado de S.Paulo

16 de fevereiro de 2013 | 02h05

O PT pretende transformar a festa num ato político "em defesa do partido", que deverá se estender aos condenados no processo do mensalão. O partido já começou a distribuir os convites para o evento, que deve receber em torno de mil pessoas.

Será a primeira de uma série de 13 encontros que o PT fará até o final do ano, que incluirão seminários para balanços das administrações petistas. Não há a intenção de fazer mea culpa pelo mensalão.

Os atos estão sendo organizados pela Fundação Perseu Abramo, o diretório nacional e o Instituto Lula. Outros locais e datas dos demais eventos serão definidos de forma a não coincidir com as viagens de Lula. Ele pretende circular pelo País para, segundo disse, "defender seu legado". Sua participação não deverá ficar restrita às capitais: o PT quer levar o ex-presidente ao interior e destacar comunidades beneficiadas por políticas federais. /J.D.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.