Marcus Leoni
Marcus Leoni

Felipe Neto declara apoio a Boulos em SP e Covas reage

Prefeito negou que fosse bolsonarista, e youtuber disse que ele não faria “absolutamente nenhuma falta” se saísse da política

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de novembro de 2020 | 13h19

Depois de declarar apoio ao candidato Guilherme Boulos (PSOL) no segundo turno em São Paulo, o youtuber Felipe Neto, que tem 11 milhões de seguidores no Twitter e 40,4 milhões de seguidores no YouTube, trocou mensagens com o prefeito Bruno Covas (PSDB) pelas redes sociais. Boulos agradeceu o apoio publicamente.

A postagem de apoio foi feita na terça-feira, mas o youtuber já vinha publicando mensagens contra candidatos apoiados pelo presidente Jair Bolsonaro ao longo das eleições. Covas não tem endosso de Bolsonaro e, inclusive, costuma criticar o presidente. Nesta terça-feira, 17, o tucano recebeu promessa voto de Celso Russomanno (Republicanos), candidato do presidente da República na capital paulista, o que o levou a ser cobrado nas redes sociais. 

No texto, Neto disse que “a escolha é simples” e que Covas está em um partido “que concorda com 92% das orientações bolsonaristas". O prefeito de São Paulo respondeu dizendo que não havia votado no presidente e que admirava o trabalho de Neto. “Convido você a conhecer meu programa de governo para ver nossas propostas que priorizam o combate às desigualdades, o respeito à diversidade e a defesa dos direitos humanos.”

 

Neto recusou o diálogo e respondeu ao comentário do prefeito dizendo “Pra cima de mim, Covas?” Na sequência, ele compartilhou um tuíte com 28 motivos para não votar no prefeito, que trazia reportagens sobre fatos da gestão.

Covas voltou a se manifestar, publicando uma frase que atribuiu a seu avô. “”Sou um subversivo dentro do meu partido’ - Mário Covas.”

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.