Falcão vê 'resquício' antidemocrático na Justiça e na imprensa

Em discurso para militantes de Osasco (SP), o presidente nacional do PT, Rui Falcão, disse ontem à noite que há "resquícios" antidemocráticos na Justiça, no Ministério Público e na imprensa e que o partido enfrenta barreiras no Judiciário para consolidar a democracia no Brasil.

O Estado de S.Paulo

22 de março de 2013 | 02h02

"Apesar de todo o trabalho, ainda há resquícios que impedem a efetivação de uma democracia mais profunda no nosso País, e eles se instalam em locais que interditam a luta política no Brasil e impedem um avanço mais profundo da democracia. Estão situados na alta burocracia do aparelho de Estado, em setores do Judiciário, em setores do Ministério Público e principalmente naqueles que evocam essas políticas conservadoras, que são os monopólios da mídia, que precisa ser democratizada", afirmou Falcão. / BRUNO BOGHOSSIAN

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.