Divulgação PSB
Divulgação PSB

Ex-primeira-dama de São Paulo Lu Alckmin assina filiação ao PSB de Márcio França

Filiação acontece a tempo para que ela se candidate; França afirma: 'preparem as urnas'

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de abril de 2022 | 22h33

A ex-primeira-dama de São Paulo Maria Lúcia Alckmin, mais conhecida como Lu Alckmin, se filiou ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) neste sábado, 2. Ela segue o mesmo caminho de seu marido, o ex-governador Geraldo Alckmin, que entrou no PSB no dia 23 de março e se prepara ser candidato à vice-presidência na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Lu assinou sua ficha de filiação durante o Congresso Municipal do PSB em São Paulo, na presença do marido e da deputada federal Tabata Amaral. “Recebo com alegria a filiação da Dona Lu Alckmin. Preparem as urnas!”, escreveu nas redes sociais Márcio França, pré-candidato do PSB ao Palácio dos Bandeirantes.

A filiação da ex-primeira dama acontece a tempo de ela se candidatar nas eleições de 2022. No entanto, o PSB ainda não apresentou uma definição sobre qual cargo ela disputaria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.