Ex-presidente da Siemens presta depoimento

O ex-presidente da Siemens no Brasil Adilson Primo, afastado do comando da empresa em 2011 após suspeitas de irregularidades pela matriz alemã da companhia, depôs ontem como testemunha ao Ministério Público paulista. Por cerca de três horas ele passou informações aos promotores, que apuram se políticos ou servidores públicos dos governos do PSDB em São Paulo colaboraram com o cartel denunciado pela empresa em 15 inquéritos civis. O depoimento foi mantido em sigilo, a pedido de Primo, que foi convocado pelo promotor César Dario Mariano da Silva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.