Ex-ministro quer usar blog como 'QG' de sua defesa

Quando deixar o Complexo Penitenciário da Papuda para cumprir o regime semiaberto, o ex-ministro José Dirceu pretende transformar seu blog na peça de resistência de sua defesa. Segundo seu advogado criminalista, José Luís de Oliveira Lima, não há restrição legal para isso.

O Estado de S.Paulo

24 de novembro de 2013 | 02h04

O que ainda não está definido, e depende da petição ao juiz, é qual o nível de liberdade que Dirceu terá para organizar eventos políticos. "Não há vedação de que ele tenha atividade política. Fora do presídio não há cerceamento ao direito de expressão", afirma o advogado Pierpaolo Botini, advogado do ex-deputado petista Luiz Carlos da Silva - o Professor Luizinho, na fase inicial do julgamento do mensalão.

Enquanto cumprir a pena, porém, José Dirceu não poderá se afastar mais de 100 metros do local onde estiver trabalhando, fora do presídio de Brasília.

O ex-ministro revelou para amigos que também pretende fazer um curso de inglês e um mestrado em Direito, iniciativa que poderia levar a uma redução da pena. Nos primeiros meses do ano que vem, ele retomará as gravações de um documentário sobre sua vida. / P.V.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.