Ex-ministro, Lupi mantém cargo em conselho do BNDES

Demitido em dezembro de 2011 do Ministério do Trabalho, o presidente do PDT Carlos Lupi ainda integra o conselho de administração do BNDES, do qual recebeu jetons no total de R$ 54 mil referentes aos três primeiros trimestres do ano passado. A informação foi publicada ontem pelo jornal Folha de S. Paulo.

O Estado de S.Paulo

18 de janeiro de 2013 | 02h03

Ontem, o ministro do Trabalho, Brizola Neto, iniciou nova tentativa de tirar do cargo seu antecessor e adversário político, sinalizando que fará nova indicação para o cargo. O nome mais cotado para substituir o ex-ministro na instituição é o de outro pedetista, o ex-prefeito de Maceió e ex-governador de Alagoas Ronaldo Lessa. Quem dá a palavra final é a presidente Dilma Rousseff. O Ministério do Trabalho tem direito a uma vaga no conselho, tradicionalmente ocupada pelo titular da pasta, mas Lupi manteve o posto mesmo após deixar o governo sob denúncias de aparelhamento do ministério. Ele não comentou ontem o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.