Ex-assessor afirma que vai processar empresário mineiro

O ex-assessor da Presidência da República Freud Godoy disse ontem que pretende processar o empresário Marcos Valério.

O Estado de S.Paulo

12 de dezembro de 2012 | 02h05

Conforme revelou o Estado, o empresário afirmou, em depoimento ao Ministério Público Federal, ter feito um depósito de cerca de R$ 100 mil na conta da empresa do ex-assessor, em 2003, para que ele destinasse o dinheiro ao então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Faz seis anos que eu não vejo o presidente Lula, não vejo ninguém, e agora o cara (Valério) vai lá e fala um negócio desse. Eu quero ver provar. Porque se não provar, vai tomar mais uma ação. Eu vou processar, faço questão", disse Godoy ao G1. Identificado por petistas como o "faz-tudo" de Lula, ele pediu demissão em 2006, após ter seu nome envolvido na compra de um dossiê durante a campanha eleitoral daquele ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.