'Estou falando e o Obama gravando'

Ao discursar, Lula fez referência aos episódios de espionagem do governo norte-americano. "Estou falando aqui sabendo que o Obama está gravando", brincou, Ressaltou, ainda, que quando era presidente "quis brigar" com George W. Bush. "Mas virou meu amigo", enfatizou. Ainda sobre a seara internacional, o petista destacou a "paciência" que teve com o presidente da Bolívia, Evo Morales, "por causa da Petrobrás".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.