'Estado' revelou empresa dia 12

Reportagem publicada no dia 12 pelo Estado revelou que Renan Calheiros e sua família injetaram R$ 300 mil em dinheiro vivo em uma empresa imobiliária que funcionou por cerca de um ano. Batizada de Tarumã Empreendimentos Imobiliários Ltda., a empresa foi aberta após as eleições de 2010 em uma sala no Lago Sul de Brasília e reuniu Renan e dois filhos na sociedade. Segundo documentos da Junta Comercial do Distrito Federal, inicialmente, Renan colocou no negócio R$ 9 mil; seus filhos Rodrigo e Rodolfo Calheiros entraram com R$ 500 cada. O contrato social da empresa foi assinado em 8 de dezembro de 2010, mas o registro da junta é de 22 de fevereiro de 2011. Cinco meses depois, em julho, Renan deixou oficialmente a sociedade e cedeu lugar à mulher, Maria Verônica, que se associou ao empreendimento após aportar R$ 290 mil no negócio. Desde 9 de janeiro de 2012 a empresa consta como extinta na base da Receita Federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.