Escutas da PF flagram mais 2 secretários do DF

A lista de assessores de Agnelo Queiroz que se aproximaram de Carlinhos Cachoeira ganhou novos integrantes. Grampos da PF revelam que os dois secretários mais poderosos do governador se reuniram com o diretor da Delta Construções, Cláudio Abreu. Mas, segundo indicam as escutas reveladas pelo site da revista Veja, eles queriam mais: "se enturmar" com Cachoeira.

O Estado de S.Paulo

14 de abril de 2012 | 03h03

Paulo Tadeu, deputado federal licenciado e titular da Secretaria de Governo, e Rafael Barbosa, secretário de Saúde do DF, jantaram em 7 de abril do ano passado com Cláudio, responsável pela "gestão" dos negócios do grupo com o governo. No telefonema interceptado, antes do jantar Cláudio Abreu telefona para Cachoeira e diz que a conversa serviria para "amarrar os bigodes". "Estou aqui no restaurante esperando o Rafael e o Paulo Tadeu, Os dois vêm cá para amarrar os bigodes comigo. Vamos ver como é que vai ser." No meio do jantar, segundo a PF, Cláudio liga novamente para Cachoeira, que pergunta como estava indo a conversa. Ouve como resposta a notícia de que Paulo Tadeu e Rafael Barbosa desejavam "se enturmar" com o Cachoeira.

Em nota, Paulo Tadeu admitiu o encontro, mas negou que qualquer irregularidade na conversa, afirmando que o assunto tratado foi "republicano". Rafael Barbosa afirmou que sua Pasta não cuida do contrato do lixo, de interesse da Delta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.