Escritório político de ex-presidente vai reforçar segurança

O Instituto Lula, sede das articulações políticas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em São Paulo, decidiu reforçar a segurança após moradores do assentamento Milton Santos invadirem o prédio da instituição na semana passada. A assessoria de imprensa não quis dar detalhes das medidas que serão tomadas, mas garantiu que as mudanças têm como objetivo evitar que "eventos como aquele se repitam". Atualmente, a sede do instituto já conta com câmeras de vigilância e tem uma cerca de arame sobre o muro, mas não se descarta uma reforma na entrada do edifício para dar mais segurança ao ex-presidente. No dia 23, por volta das 6h30, o grupo de assentados conseguiu entrar no local ao render o caseiro. Os manifestantes ficaram no prédio por quase 32 horas. / ISADORA PERON

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.