Emenda é rejeitada por 178 votos a 74

A Câmara concluiu ontem a votação do projeto que restringe o acesso de novos partidos ao tempo de propaganda na TV e ao Fundo Partidário. Foi rejeitada, por 178 votos a 74, a emenda do líder da Mobilização Democrática (MD), Rubens Bueno (PR), que

O Estado de S.Paulo

24 Abril 2013 | 02h10

adiava para 2015 a entrada em vigor das novas normas. O projeto segue agora para o Senado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.